Translate

sexta-feira, 17 de março de 2017

Youtubers, Creators, Influenciadores Digitais... A quem interessa, na moral?!..

Youtubers, Creators, Influenciadores Digitais... A Infância não merece isso!

O modismo digital dos jovens youtubers no Brasil que arrebanha quase 200 milhões de seguidores, e que sinceramente, devem ter ciclo de vida muito breve (creio eu). Um ambiente virtual, em sua grande maioria, inóspito ao ser humano de bom senso e que tenha, pelo menos,  mediana capacidade de discernimento, além de hostil ao que há de mais sagrado entre os seres vivos do Universo, a infância.  Em função da maneira  como são apresentados seus conteúdos, absolutamente desprovidos da necessária seletividade de público, vez que, a maioria desses 'youtubers' se utilizam de termos muito chulos, e por esta razão deveriam mesmo, ao invés de explorar a inocência infante, alertar para classificação etária, porque contém muitas depravações, sendo portanto, um ambiente indigno e nefasto para crianças e jovens em desenvolvimento.
Para se ter uma ideia de como se popularizou no Brasil e em outras partes do mundo esse tipo de 'negócio' desregrado, mas de grande utilidade para empresas que, a partir de alguma avaliação 'criteriosa'   elaborada por seus 'especialistas' em alcançar potenciais consumidores a qualquer custo, convenceu-se de que associar a marca do seu produto a esses canais do Youtube aumentaria muito suas vendas. Infelizmente!
No Brasil os canais mais acessados são: Whindersson Nunes, com mais de 16 milhões de seguidores;  Porta Dos Fundos, com 13 milhões; Canal Canalha, com 12 milhões; Julio Cocielo, 11 milhões; Rezende Evil, 11 milhões; 5incominutos (Kéfera Buchmann) 10 milhões; Canal Kondzilla, mais de  9 milhões; Parafernalha, 9 milhões;Galo Frito, 9 milhões; Canal Nostalgia (Felipe Castanhari) 9 milhões; Felipe Neto, 9 milhões; Autentic Games, 8 milhões; Manual do Mundo, 8 milhões; Eu Fico Loko (Christian Figueiredo) 8 milhões; Você Sabia? 7 milhões; Tazercraft, 7 milhões,  No Me Gusta (Gusta Stockler), 4 milhões;  Fatos Desconhecidos (Gabriel Marques), 5 milhões;  Bia Boca Rosa 4 milhões; Luba (Lucas Feuerschutte),  3 milhões; Nah Cardoso, 3 milhões; Jout Jout, 2 milhões; Jovem Nerd, 2 milhões; PC Siqueira, 2 milhões;  Acredite ou Não, 2 milhões; Bruno Vieira, 1 milhão.
Ao redor do mundo existem também muitos outros canais de youtubers, ou creators, ou influenciadores digitais, como queiram denominá-los. A seguir, elencamos alguns dos canais mais prestigiados pelo público internacional: PewDieDie, recordista mundial com 53 milhões de seguidores; Holasoygerman, 31 milhões; Elrubiusom, 23 milhões; Smosh, 23 milhões; Vanossgaming, 20 milhões; Nigahiga, 19 milhões; Fernanfloo, 19 milhões, The Ellen Show, 19 milhões; Yuya, 18 milhões; Jenna Marbles, 17 milhões; Markiplier, 17 milhões; Spinn Records, 16 milhões; e KSI, 16 milhões.
Com a devida permissão, me utilizo de uma gíria da jovialidade brasileira para questionar pais, mães, avôs, tios, tias,  educadores, membros do Ministério Público no Brasil, membros do judiciário, autoridades comprometidas com a infância e juventude,  e sociedade em geral: Na moral, se uma criança ou jovem sair de repente com um palavrões 'daqueles' inesperadamente na escola, na igreja ou nos momentos mais improváveis da vida social em família; Ou até, de repente, do nada, ressalvando-se logicamente o sagrado direito de contestação de um ser em desenvolvimento, uma criança ou um jovem surge com ideias tão absurdas do ponto de vista da lógica humana, que poderá sugerir visitas frequentes aos psicanalistas e psicólogos, os quais desde já agradecem... Você já conhece algumas dessas fontes originárias. 
O conteúdo expressivo de vários youtubers no Brasil e no mundo, remetem imediatamente a filmes pornográficos de péssima qualidade, com uma única diferença, a condição para exibição do filme, alerta para a faixa etária da idade permitida, 18 anos.      

Nenhum comentário:

Postar um comentário